quinta-feira, 11 de outubro de 2007

Cartas das leitoras - Maridos...


Meu marido não liga pra mim. Sempre fui uma mulher bonita, simpática, estou sempre me cuidando mas não vejo resultado no meu relacionamento, pois meu marido só pensa nele e eu fico a ver navios. Aí me pergunto, o que está havendo? Cátia


Catia, mas em vez de perguntar a si mesma, você deveria pergunta A ELE o que está havendo. Uma conversa franca entre vocês pode ajudá-la a esclarecer as coisas. De repente ele está com problemas que nem têm a ver com você, mas acabam refletindo no casamento. Diálogo é fundamental! Paralelamente, sugiro que já que ele só pensa nele, você passe a pensar mais em você também. Combine de almoçar ou jantar com as amigas, continue se cuidando e se produzindo mais ainda, quem sabe até faça uma pequena viagem em um fim de semana sem ele (sozinha ou com amigas, já pensou em ir para um spa relaxar?). Busque bem-estar e paz dentro de você. Seu marido é bem capaz de notar a sua felicidade e, com medo de perdê-la, passar a tratá-la bem melhor. Porque vamos combinar, nada mais certo que o velho ditado, "quem não dá assistência abre caminho pra concorrência"!



Acredita que meu marido é daqueles que tudo que a gente faz é pouco? Trabalho fora, cuido de minha casa, ajudo nas despesas da minha casa e ainda ele reclama... Elaine

Se ele reclama, deve ser porque ele acha que faz melhor, né? Bom, primeiro analise se as reclamações dele têm algum fundamento. Se tiverem, veja em que você pode melhorar. Se não tiverem, converse com ele e diga que você já faz o seu máximo, e peça que ele ensine então como as coisas têm que ser feitas. De uma forma ou de outra, tem gente que adora mesmo ficar reclamando de tudo o tempo todo. Essas pessoas costumam ser um saco, chatas e mal-humoradas! Ele é assim? Se você o ama de verdade, não dê ouvidos mais ao que ele fala. Vai ver que ele gosta mesmo é de te pentelhar! E quando ele perceber que não está dando certo, que ele está reclamando e você, cantarolando feliz da vida, pode ser que ele pare de pegar no seu pé.

2 comentários:

Lud Abreu disse...

poxa marcela
eu imaginei que algo assim tivesse acontecido..
meus sinceros pesames, sei que nessas horas nada adianta falar, mas de coração, que seu pai continue olhando por nós, e que agora ele está bem melhor.
Eu perdi um grande amigo a pouquissimo tempo também, de cancer tb, e entendo seu sofrimento.
espero sinceramente que esteja bem

Renata disse...

bem,

eu não sou casada não..mas uma coisa é certo: muitas das coisas que as pessoas fazem conosco é consequência do que permitimos. Ou seja, as pessoas só fazem com a gente o que a gente aceita que elas façam.
Vejo muitos casamentos em que a mulher se sente sobrecarregada pq assumiu lá no começo um posição em que se sente 'obrigada' a ser perfeita em tudo!a sociedade ajuda muito a pressionar..se não damos conta de casa é pq somos preguiçosas, se não trabalhamos fora é pq não temos capacidade e nem inteligência pra isso!
mulher tem muito disso, né? tomar a frente das situações, pq nós bem sabemos o quanto somos mais corajosas quase sempre..fora quando é pra matar barata.
mas tomem cuidado pra não se cobrarem demais e nem deixar que os outros (principalmente os maridos) cobrem demais de vcs.
A vida fica muito mais leve quando as responsabilidades são divididas igualmente.

beijoos