quinta-feira, 23 de agosto de 2007

Situações detestáveis



Ai que péssimo! Não sei cooooomo, há um tempinho apareceu uma mancha bem em cima do meu lábio superior. Eu acho que isso foi de arrancar o bigode com cera. Não que eu precisasse muito, mas sabe quando você vai na depilação e te dão uns pacotes tipo "perna inteira+axila+virilha cavada - ganhe o buço grátis"?? Então, aí o que ganhei mesmo foi essa p* de bigode. É tão constrangedor, outro dia tava no salão cortando o cabelo e apareceu uma das bichas cabeleireiras, "Marcelinhaaa, tem que tirar esse buço menina!!!". Grrrr não é buço! É mancha!!


Enfim, isso tudo pra comentar que eu tomei vergonha na cara, ou melhor, no buço, e fui num dermatologista. Ele me receitou um creme e tal, e hoje é o terceiro dia de uso. Gente, um desastre, meu bigode de preto ficou vermelho!! E tá descascando!! E arde muito!! Uó!!

Aí fui malhar na academia e fiquei naquela situação péssima tentando esconder o bigodón vermelho, o tempo todo de cabeça baixa, ou então fazendo um biquinho pro lado com cara de pensativa, ou mordendo o lábio de cima pra esticar a pele e ver se disfarçava...

Me vendo naquela situação, comecei a lembrar de outras nas quais você de repente se vê metida e daria tudo pra não estar nela!! Então vamos a elas:

1) Gente odeio quando entro numa loja pra provar uma roupa... visto uma blusinha que fica muito justa... e ela fica presa na cabeça quando você tá tentando tirá-la! É uma das situações mais desesperadoras, você dentro daquele cubículo de provador, com os peitos de fora e os braços pro alto presos na bosta da blusa! Você faz tanta força que começa até a suar! E escuta aqueles "crec" da costura da blusa rasgando!! Quando você finalmente se livra dela, vem a vendedora e pergunta se a blusa ficou boa... você diz, "é, não vou levar, não vestiu muito bem..." . Não, não foi que ela não vestiu bem, ela não saiu muito bem!!

2) Parecida com a história do buço, é uó quando você tem que sair, ir a uma festa, ao trabalho, e está em tratamento de pele; e ela fica vermelha, começa a descascar, e quanto mais maquiagem você coloca, mais piora a situação! Você usa hidratante, tenta molhar um pouco o rosto, e nada, tá lá você com aquela cara de sertão árido! Não tem jeito, o único lugar recomendado pra ir assim e ninguém perceber é num baile de máscaras.

3)Aii não tem coisa pior do que quando você está calmamente andando na rua (geralmente essas ruas residenciais com pouco movimento) e de repente aparece um cachorro. Eu nunca sei se dou meia volta, se passo por ele super blasé, se saio correndo... Se o cão está de coleira, o desespero é maior porque você sabe que ele não é de rua e fugiu da casa de alguém!! E o pior é que quando eu era pequena, alguém me disse que os cahorros sentem quando a gente tá com medo, e eu acredito nisso até hoje! Fico ainda mais preocupada tentando disfarçar, fingir que tá tudo bem, que estou super à vontade, que adoro cachorro, tudo pra ele não perceber meu pânico! Bom eu sou tão paranóica com isso que em qualquer rua eu já fico olhando em volta os lugares onde poderia subir se surgir algum totó e ele quiser me pegar. O muro de uma casa, capô de carro, orelhão, caçamba de kombi, grade de prédio, ombro de vigia... Ah dizem que é bom, quando passar por um cão solto, ficar chamando São Roque. Ai sei lá, eu chamo até o Chapolim Colorado.

Bom pra não alongar muito, outras coisas que eu detesto:

  • Quando já saí de casa e lembro que esqueci de passar desodorante.
  • Quando estou de carro indo pra um lugar que eu nunca fui antes e fico completamente perdida.
  • Aquele momento horrível da depilação de virilha quando a depiladora empastelou tudo de cera lá embaixo e tá só esperando secar um pouquinho pra dar aquele puxão que vai fazer vc urrar de dor.
  • A culpa logo após devorar a caixa toda de bombons.
  • Sentir aquele enjôo de quem bebeu demais (ainda bem que parei).
  • Quando você tá atrasada, tem que sair e duendes seqüestraram sua carteira de motorista, ou o documento do carro, ou o seu cartão Visa, e vc não encontra de jeito nenhum.
  • Quando duendes fogem com o cartão do estacionamento do shopping.
  • Quando você descobre que a blusa que comprou há duas semanas está pela metade do preço na liqüidação que acabou de começar.
  • Quando você vai ao cinema bem numa sessão cheia de adolescentes idiotas bagunceiros.
  • Sentir aquela dorzinha de barriga ou a bexiga estourando de tão cheia, e não ter UM banheiro por perto.
  • Quando aqueles moleques do sinal vermelho jogam aquela água suja e ficam passando aquele rodinho xexelento no vidro do carro pedindo um trocado (dica: quando vir um deles se aproximando, começa a tacar água no pára-brisa e liga o limpador na velocidade máxima).
Ai gente chega... sabe que fiquei até feliz agora por não estar, neste exato momento, vivendo alguma dessas situações detestáveis? Se alguém lembrar de outras, pode ir contando!

6 comentários:

Sua irmã disse...

Hahahhahaahahha
adorei seu post...to morrendo de rir e com medo de alguem entrar na sala e ver que eu não estou trabalhando....hahahahhaha

Sua irmã disse...

Ah, continuando..não estou me lembrando de nenhuma situação detestável ( todas as que vc colocou foram ótimas)...assim que lembrar eu posnho aqui.

Lu Olhosde Mar disse...

ai, dá o nome do creminho do bigode?? tb tenho manchinha lá... rs. beijo! adorei isso aqui. tb odeio a sonia abrao.

Bárbara disse...

caramba
aconteceu isso ai do bigode comigo
estou morrendo de vergonha do meu namorado!
mas já falei pra ele que me queimei
entaoa choq ue ele nem vai prguntar nada! =p
haha
adorei esse blog!

Anônimo disse...

ler todo o blog, muito bom

Anônimo disse...

Good post and this fill someone in on helped me alot in my college assignement. Thank you as your information.