quarta-feira, 7 de janeiro de 2009

At work

Gente, hoje voltei ao trabalho após 20 dias de recesso. Nossa, ontem eu não tava mais nem conseguindo me imaginar trabalhando, e hoje tive que entrar no ritmo à força. Uns 4 colegas (entre eles minha superior imediata) estão de férias, o que significa trabalho em dobro.

Mas tá acontecendo uma coisa chatinha comigo. Eu sempre procuro ser simpática e legal com todos, mas eu tenho um problema quando tem alguém que meu santo não bate. Eu fico meio impaciente (tipo xingando a pessoa por dentro) e se tem algo que eu detesto é ser falsa com os outros, mas........ principalmente no ambiente de trabalho isso (falsidade) às vezes é necessário.

A areia no meu tênis é uma senhora de 47 anos (parece 57) que trabalha na mesa ao lado da minha. O lugar onde eu trabalho é dividido em setores e ela é do meu setor. Ô mulher enrolada!!!!! Pra começar, ela vive falando no telefone, e detalhe, fala MUITO ALTO. Todo mundo já reparou, mas ela não se liga. Ninguém merece saber de toda a vida dela. Coisas tipo:

"MINHA FILHA TUDO BEM? MAMÃE TÁ COM SAUDADES! CHAMA AÍ O SEU PAI! FULANO? OI FULANO!! COMO É QUE TÁ A MENINA? ELA FOI NO BASQUETE HOJE? OLHA NÃO DEIXA ELA FALTAR A AULA DE VIOLÃO! E AMANHÃ TEM INGLÊS HEIN! ME LEMBRA DE COMPRAR SUTIÃ PRA ELA! AH CHAMA AÍ O MENINO! TO COM SAUDADE DELE!"

Isso em altos decibéis. "Menino" e "menina" é como ela se refere aos filhos adolescentes. E quando ela fala com a mãe? Que é uma senhora surda de 70 e tantos anos?

"MAMÃE! TUDO BEM? OLHA MAMÃE EU SOUBE QUE VOCÊS NÃO TÃO PAGANDO O CONDOMÍNIO HÁ 5 MESES! OUVIU MAMÃE? ASSIM NÃO DÁ MAMÃE! ASSIM VOCÊS ME FAZEM PASSAR VERGONHA! TÁ ESCUTANDO MAMÃE?COM QUE CARA EU VOU APARECER AÍ DE NOVO?"

Ah, e sabe aquelas pessoas nada íntimas da tecnologia?

Se ela tá imprimindo alguma coisa e a impressora começa a apitar, ela é incapaz de resolver o problema sozinha.

"IH TÁ APITANDO AQUI! PAROU DE IMPRIMIR!"

Tipo, no visor tá lá, "Falta de papel" e ela tem que fazer eu parar o que estou fazendo pra ver a impressora. Ou então tá lá, "Atolamento de papel", aí eu tenho que abrir o raio da impressora e tirar o papel atolado de lá. Detalhe, atolado porque ela colocou tudo torto na bandeja. Rrrrr!

E quando ela não encontra as coisas no próprio computador? O treco na cara dela e ela não acha?

Detalhe, às vezes ela cisma de falar mal da roupa das pessoas e não olha para as próprias! Ela é gordinha e usa umas roupas apertaaadas, os botões da camisa quase explodindo!!! Outro dia a calça dela estava descosturando do lado de tão arroxada que tava!

Ai ai, até minha chefe voltar, o trabalho do nosso setor vai ser só meu e dela. Vai ser duro! Ela faz tanta coisa errada... que depois tenho que perder tempo refazendo... saquinho! Dai-me paciência!!! Muita paciência para que a minha falta de paciência não transpareça!!! Será que estou sendo má? Ou tenho mesmo esse direito de reclamar pra mim mesma (e pra vocês meio que anonimamente rs)?

7 comentários:

Fabi disse...

Ai, não suporto esse tipo de coisa! Também tenho esse problema, mas tipo qualquer santo que fosse o seu não iria bater com essa sem-noção plus Tabajara!
Qual é a competência dela para estar onde está?
Conheço vários tipos desses, que olham e falam de todos, mas esquecem de olhar para o próprio umbigo.
Força na peruca amiga!

Bárbara disse...

Isso me fez lembrar de um filme "O Procurado" com a Angelina Jolie, muito bacana.

Eu acho que nenhuma pessoa esta acima do bem ou do mal, pois não acredito que nenhum ser humano não sinta vontade de "ensganar" pelo menos em pensamento alguem! rs...

Bye

Thamires Kelly disse...

bommm...
existem momentos q a pessoa tem q extravasar...correto?
mesmo se for por dentro....
Conselho: procure observar as qualidades dela (mesmo q sejam mínimas), pra q os defeitos tornem-se mais suportáveis! Respire fundo quando vc estiver com raiva e lembre-se, cada cabeça é um mundo, pra ela ela está correta. Aquela é a natureza dela( mesmo sendo esquisita e chata), então se vc perder a paciência a chata e ruim será vc...
não se ache má....onde há pessoas reunidas, sempre há esse tipo de problemas, somos todos diferentes ...certo?!
e se caso isso (conselhos de cima) não derem certo, reze pedindo a Deus muita paciênicia, força não viu q é pra vc não bater nela...rsrsrss
Palavra de psicóloga!
rsrs
xauzimmm...xeroooo e boa sorte com a gordinha má vestida!

Anônimo disse...

Pense assm: nossa, como eu sou sortuda de não ser como ela. Ainda bem que entendo de computador e impressora, que me visto bem e falo baixo ao telefone. Pense: pena eu tenho dela, é tão chata e sem simancol. Que bom por eu poder reparar nesses defeitos dela...eu sou o máximo!!!!!!! E ela, poxa, tão incoveniente.....
como Deus dá tanto para uns e pouco para outros...rsrsrsr.
Bjs, fófis.

Marcela Mastroiany disse...

Hhahaha meninas adorei os comentários e conselhos. Vcs são demais!!! Beijos!!

Marcela Mastroiany disse...

Ah, amanhã mesmo vou colocar em prática as dicas que vcs me deram!!!

Regina disse...

Ahaha!! Sei que o assunto é sério prá vc, Marcelinha... mas não pude deixar de rir com esse "causo" que contastes...

Infelizmente, sempre tem um chato (a) no meio do caminho, não é?!!

Mas pense pelo lado bom: poderia ser beeeem pior!! Sua sorte ainda é que a "gordinha" é "apenas" incoveniente e sem noção... porque existem pessoas más mesmo, que querem te prejudicar de propósito, que fazem picuinhas, tentam te afastar a qualquer custo...

Então, leve na esportiva e não dê tanta importância ao fato, ou pelo menos, tente!...

Sorte prá vc!!!

Beijinhos!